Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2017

Balanço final

Basicamente é isto!

Resto de um bom dia!

Será aos 36?

(não me parece!)

10km em Guimarães

Nos últimos tempos comecei a arrepender-me de ter feito a inscrição nesta prova. Primeiro por os 10km de Aveiro à 2 semanas atrás terem corrido mal. Depois disso, os treinos foram sendo uma desgraça. Ou me doía os joelhos ou me doía as pernas. Cheguei mesmo a desesperar porque sentia que o corpo queria mais mas as pernas não conseguiam!!!
A semana passada regressei ao ginásio pois comecei a achar que o que podia estar a agravar a situação era a falta de diversidade nos exercicios. Claro que este regresso em cima da hora já não iria ajudar na corrida de ontem... mas paciência!
Na sexta fui fazer um treino na rua. Não liguei ao tempo, o que eu queria era ver o que conseguia aguentar.  Consegui correr 8km (com algumas desacelerações pelo meio) num tempo vergonhoso mas sem sentir que as pernas e os joelhos me falhavam. Andei mais 2 km.
Não fiquei confiante relativamente a tempo mas fiquei contente por ter conseguido correr sem desesperar!
Durante o dia de sábado decidi que nesta prova não…

Sugestões

Ai a cabeça!

Eu sei que ainda não escrevi sobre a corrida de 10 km que fiz no dia 11... daqui a pouco faço outra e esta ainda está a ser processada.

Em primeiro lugar devo dizer o objectivo que levava era completar a corrida em menos de 1h10 (este tinha sido o meu último tempo numa prova de 10 km), se fosse com um tempo próximo de 1h05 era ouro sobre azul.

O objectivo acabou por ser cumprido visto que acabei a corrida com o tempo de 1:08:09.

Devia ter ficado contente? Devia.... mas não fiquei e já vão perceber porquê.

Como habitual, comecei a corrida e iniciei a actividade no endomondo. Reparei numa mensagem estranha mas não liguei pois na partida é sempre confuso estar atento a mensagens que não são habituais.

Enquanto ia correndo percebi que algo estava errado já que os quilómetros não estavam a ser contabilizados. Além disso a organização não tinha os km assinalados... ou seja, fiquei perdida em termos de distância e isso é algo que me deixa mesmo desorientada (por causa disso é que não gosto d…

Ora vamos lá a ver se nos entendemos.....

Eu sei que a decisão que tomei vai ser complicada a nível físico. Mas tinha de ser tomada uma decisão e esta é a que me faz mais feliz (pelo menos para já).
Se os outros são egoístas ao ponto de acharem que não tomariam a mesma decisão, lamento mas eu não tenho culpa.
Até me posso arrepender... mas eu prefiro arrepender-me de ter vivido do que arrepender-me de ter ficado a olhar para 4 paredes vazias.

É uma coisa que me assiste... VIVER!

2: Never Done This Before

If you could do something that you never have done before, what would it be?  Why would you want to do it?

Tenho o diabinho num ombro e o anjinho do outro. Sim, podem imaginar como vemos nos desenhos animados porque é assim que os estou a imaginar.
O primeiro segreda-me ao ouvido "porque te meteste nisto? não sabias já das tuas limitações? volta mas é para o teu lugar e deixa-te de coisas!". O segundo reitera "força aí! ultrapassa os teus próprios limites! o que tens a perder?".

A verdade é que vou avançando muito a medo.
Mas porque achei que seria uma boa ideia fazer um salto de paraquedas quando tenho vertigens horríveis???
Eu sei porquê... Porque, apesar das vertigens serem um medo quase incapacitante, sempre achei que a liberdade sentida em pleno "voo" deve ser indescritível.

E por isso avanço pé ante pé. O instrutor vai dando as informações necessárias para que o salto seja feito em segurança mas o meu cérebro entrou em modo automático.

Entro no avião com o…

1: The Crowd Cheers

You walk outside and there's a crowd of people standing there, cheering your name. As you stare at them, they cheer louder and more people join in. What are they cheering for?

Hoje é um dia como tantos outros. Acordo preguiçosamente com os raios de sol a despontar pelo meio das cortinas. Abro os olhos lentamente, sem qualquer pressa de acordar e regressar à realidade que me espera fora destas quatro paredes.
Espreguiço-me ainda mais lentamente.
Ao olhar em volta tomo consciência que talvez hoje não seja um dia igual a qualquer outro na minha vida ainda que as quatro paredes que me rodeiam sejam as mesmas que sempre me rodearam.  No final do dia as paredes vão continuar a ser as mesmas mas eu serei diferente.
Viro-me e penso que não são mais cinco minutos em que estou enterrada no meio de almofadas que irão fazer diferença.
Sim, eu sei que pertenço à minoria das pessoas com sorte no mundo (ou será azar?). Tenho uma vida desafogada e sem grandes preocupações. Isso não faz de mim menos mor…

Mas isto agora vai ser um blog de corridas?

Não! Tenho pensado muito como a escrita me estava a fazer bem e como tenho de me orientar novamente para voltar a escrever. Por vezes invejo a Lénia por se ter aventurado em escrever 100 micro-contos em 100 dias... Gostava de ter essa capacidade de escrita.
Basicamente, tenho de ver se arranjo um desafio de escrita para exercitar o cérebro.

Enquanto não encontro um desafio à minha medida... (se souberem de algum, por favor, digam-me!) Vou escrevendo sobre as corridas.

Ontem fui correr pela 1ª vez desde a mini do douro vinhateiro. Fiz 6.6km em 44min. Como experimentei pela 1ª vez uma aplicação, perdi o exercício por não saber mexer nela. Para a próxima a ver se não acontece!

Até ao fim do mês vou fazer 2 provas de 10 km.
Porque me meto nestas coisas????