domingo, 31 de maio de 2015

Coisas simples

Gosto de me deitar na relva, de fechar os olhos e deixar que  o sol me beije o rosto e o corpo. O cérebro fica vazio de pensamentos e apenas me deixo levar pela boa sensação que o momento me proporciona.

Gosto de parar e ouvir a música que me envolve.

Gosto de coisas simples... para complicado já basta o resto da vida.

sábado, 16 de maio de 2015

Vive o momento

Carpe Diem

Não vale a pena olhar para o passado ou tentar prever o futuro. Há que, simplesmente, aproveitar o presente com tudo aquilo que ele nos dá.

Sou muito sincera. Tinha ideias para escrever muito mais sobre o assunto... mas acho que vou simplesmente viver o momento! :)

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Dos locais onde (não) fui feliz

Talvez eu não me insira propriamente na norma.

Quando não sou feliz num local simplesmente não me inibo de lá voltar. Muitas vezes até me obrigo a voltar porque não quero ficar limitada nos meus movimentos apenas por acontecimentos menos agradáveis.
Se as recordações menos felizes me assaltam a mente quando volto a esses locais? Muitas vezes.... mas tudo acaba por desvanecer.

Ontem voltei a um local onde não fui feliz. Já lá tinha ido várias vezes, tanto sozinha como acompanhada. Até com a companhia que levava ontem.

Mas houve algo ontem que despoletou as más recordações. Talvez o facto de estar um dia muito semelhante ao dia em que tais acontecimentos ocorreram.
Não verbalizei essas recordações menos boas e mantive o sorriso.
Deixei-me levar pela construção de novas recordações. E estas novas recordações são felizes.

Por isso, eu posso não estar dentro da norma... mas o certo é que consegui transformar um local onde tudo era negro num local cheio de felicidade.

sábado, 2 de maio de 2015

Ainda sobre a beleza

Há alguns dias fui contactada por um colega meu que é scouter de uma conhecida agência de modelos.
Primeiro achei que ele tinha enviado a mensagem de forma genérica para os seus contactos (até pensei partilhá-la)... mas ao ler melhor o que ele me tinha enviado percebi que a mensagem me tinha sido dirigida pessoalmente.

Sendo que sou baixa (tenho 1.60 m) e já passei a barreira dos 30, achei sinceramente que ele se tinha enganado a enviar a mensagem.

Respondi-lhe para tentar perceber se efectivamente isso tinha acontecido...

Pois posso dizer-vos que fui agradavelmente surpreendida.
Segundo o que me foi transmitido eu encaixo perfeitamente no perfil que a agência em questão se encontra à procura. Confesso que isso me deixou radiante. Não por ter dúvidas da minha beleza mas porque, para mim, esta informação significa que o futuro da moda poderá estar a mudar.
A minha esperança é que, um dia mais tarde, eu olhe para as modelos e passe a ver alguém com quem me identifique ou que identifique com as mulheres que me rodeiam,

Infelizmente não posso fazer as provas (sem compromisso) pois essas são em Lisboa e durante a semana. Deslocar-me a Lisboa durante a semana é-me completamente impossível por isso a minha "carreira de modelo" vai ficar em suspenso. Mas quem sabe um dia! ;)