quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Olhar

Olhar os olhos dos outros, descobrir cada pequeno detalhe, perceber o que vai dentro da alma de quem está ao nosso lado.

Olhar nos olhos é um dos exercícios mais difíceis de se fazer mas há vezes em que é fácil. Não é possível explicar porquê... se é a circunstância em que isso é feito, se são as pessoas que estão envolvidas no processo.
O certo é que, de repente e de forma completamente inesperada, deixei que me olhassem nos olhos e olhei de forma atenta os olhos da outra pessoa.
E percebi que tens olhos pequenos e verdes, curiosos e cheios de vida.
Gostava de saber o que viste nos meus mas aqueles segundos passaram demasiado rápido e tão depressa estavas à minha frente como deixaste de estar.
Pode ser que este pequeno momento se repita, pode ser que não!
Nada disso importa agora. O que importa é que esse momento aconteceu e marcou a forma como hoje olho para ti.

Sem comentários:

Enviar um comentário