quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

E se de repente?

E se de repente eu decidir que não quero mais a vida que tenho? Se eu decidir que quero outra vida. Quero fazer coisas que me satisfaçam de uma forma permanente e não ter um emprego só por ter um emprego?
E se de repente eu decidir que quero cantar e representar e quero largar tudo para correr atrás de um sonho?

Hoje não é esse dia... mas pode ser que esse dia chegue!

Sem comentários:

Enviar um comentário