domingo, 15 de dezembro de 2013

De mim!

Quando, no ano passado, iniciei a minha "aventura" no mundo artístico nunca me passou pela cabeça o rumo que isto iria levar.

A formação de canto "começou" porque eu queria fazer algo para mim e a cabeça ainda não estava "em cima dos ombros" por isso escolhi a 1ª coisa que me apareceu e que achei que me iria satisfazer. Sim, a música já fazia parte da minha vida mas cantar para os outros nunca foi algo que me passasse pela cabeça fazer!
Fiz a iniciação, passei para o aperfeiçoamento.... e correu tão bem em termos vocais que fiquei de boca aberta comigo mesma!
O problema no meio disto é que o à vontade em palco era nulo!!! Fiquei super tensa, fechei ângulos, não fui expressiva, etc.

Então decidi que queria seguir o caminho artístico integrando uma formação em teatro.
Procurei, procurei.... Fui extremamente picuinhas na minha escolha! Não queria fazer algo só porque sim, queria fazer algo completo e com bases muito consolidadas!
Finalmente escolhi! E estou a frequentar desde Outubro um curso livre de teatro.

As sessões não foram muitas... Até porque eu escolhi a opção de 1x/semana quando eles disponibilizam 2x/semana (mas eu não tenho disponibilidade de horário para isso, até porque estou à espera da continuação do canto).
Mas ontem notei uma diferença no meu quotidiano (que relaciono com as aulas).

Em Outubro (tinha ido a apenas 1 aula), fui com os colegas do canto ao karaoke!
Continuava a sentir-me "perra" em palco. Os nervos faziam com que as pernas tremessem (mesmo que não fosse perceptível a quem estava do lado de fora).
Ontem fui pela 2ª vez ao karaoke com os mesmos colegas e nem consigo explicar a grande diferença por aqui!
Não vou dizer que não estava nervosa... Mas estava solta! Cantei à vontade, dancei, ri-me, ... tudo isto em cima do palco e com um bar cheio de gente desconhecida (à pinha mesmo que aquilo ontem era a loucura).

É impressionante a diferença que uns quantos exercícios de libertação/ consciencialização do corpo, postura, etc. fazem em pouco tempo!

E como é que me sinto com tudo isto? Bem, muito bem! :D

Sem comentários:

Enviar um comentário