quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Ele há coisas do catano!

No domingo tinha um pedido de amizade de uma F.A. no Facebook.

Ora, eu sou daquelas pessoas que só aceita amizade de quem conhece e mesmo assim há pessoas que conheço e que acho que não faz sentido terem acesso ao meu perfil pessoal.

Quando vi aquele perfil o 1º pensamento foi "não conheço nenhuma F.".
O 2º pensamento foi "ui! ainda por cima só temos em comum o R. (colega de escola com quem não mantenho nenhum contacto). esta gente põe-se a mandar convites a torto e a direito a pessoas que não conhece de lado nenhum."

Ainda assim, não apaguei de imediato o convite (nunca faço isso).

Claro que, curiosa, abri o perfil mas consegui obter poucas informações sobre a pessoa em questão. Mas tinha umas fotos dela que me deixaram com a pulga atrás da orelha.
Exercício mental de tentar perceber quem era aquela pessoa...... e de repente fez-se luz!!! É a TEACHER!!!

E quem é a teacher perguntam vocês.

A teacher foi uma professora (estagiária) de inglês que eu tive no 8º ano (nem digo há quantos anos foi isto para não assustar ninguém). Foi muito mais que uma professora. Foi uma amiga!
Lembro-me que a 1ª vez que fui a um restaurante chinês foi com ela (nunca mais comi lichias, descobri nesse dia que odeio).
Depois de ela ter deixado de ser nossa professora, trocamos números de telefone e moradas (pois, eu sou do tempo em que não havia telemóveis, 'tá?) e lembro-me que ainda nos telefonamos e trocamos correspondência durante algum tempo.

Mas o contacto perdeu-se e ela ficou em modo de recordação.

Até agora! Agora ela descobriu-me no Facebook. :)
Fiquei admirada por se lembrar de mim... como lhe disse, nós lembrarmo-nos dos professores é fácil.... os professores lembrarem-se de nós não! Passa-lhes muita gente pela frente! Mas ela lembra-se... de mim e de vários colegas da minha turma.

Já tivemos a fazer um resumo das nossas vidas uma à outra e, sinceramente, agora espero conseguir encontrar-me com ela.... e manter o contacto!

As pessoas especiais que, depois de vários anos sem qualquer contacto, nos conseguem encher os olhos de lágrimas (de felicidade como é óbvio) merecem um lugar muito especial no nosso coração!

Sem comentários:

Enviar um comentário