segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Há dias...

Há dias em que até respirar pode ser um esforço sobre-humano. Tenho de me recordar dos ensinamentos da minha mestra e praticar a respiração abdominal para acalmar o corpo e a mente.

Há dias em que só apetece espernear, sacudir os demónios que vão cá dentro... gritar em plenos pulmões, só porque sim! Em que apetece grunir, berrar, exorcizar o mal que faço, o mal que me fazem.

Mas são dias, apenas dias!

Tudo passa e acalma porque é mesmo assim que tem de ser.

Sem comentários:

Enviar um comentário