terça-feira, 27 de agosto de 2013

Tenho uma reclamação a fazer!

Tenho andado com alguns problemas no meu disco extermo e resolvi comprar um novo... para formatar o que tenho e servir de apoio.

Então não é que ao copiar as coisas que tenho, há várias coisas que não consigo recuperar (fotos que tirei no último ano, etc).... mas a porcaria da pasta com as fotos do dito cujo (que essa eu não me importava que tivesse dado erro atrás de erro) copiou direitinha!!!

Enfim!

1 ano depois

2012.08.26

2013.08.26

Precisamente 1 ano depois voltei ao mesmo local... e bebi exactamente o mesmo! :)
Sou uma pessoa completamente diferente do que era há um ano atrás... mas, simplesmente, há coisas que se mantêm!

domingo, 25 de agosto de 2013

Humildade?

Durante muito tempo fui humilde... Aliás, mais do que humilde já que não me reconhecia qualidades.
Agora regozijo-me com as coisas que sei fazer, enfatizo os meus dotes físicos, etc. Gosto de mim como sou com as qualidades e defeitos. Ás vezes até falo de mim mesma com tal entusiasmo que quem me rodeia fica a pensar mais do que a realidade. Já me aconteceu várias vezes dar-me conta disso. (e aí tento rectificar como é óbvio)
Mas para além disso tenho algumas pessoas à minha volta que passam a vida a elogiar-me... coisa que NUNCA me tinha acontecido em toda a minha existência!

E, como é óbvio, isso ajuda muito a levantar o ego! Por isso quando há algum tempo me perguntaram "onde está a humildade?" eu apenas respondi "humildade? mas ser humilde levou-me a algum lado?".
E é essa a verdade... Ser humilde não me levou a lado nenhum. Ser humilde só me trouxe desgosto e dor. Por isso agora não quero saber da humildade para nada! Sou como sou e se tenho qualidades vou enaltecê-las.

Quem não gosta.... que ponha na borda do prato!

sábado, 24 de agosto de 2013

Já repararam que há muitas coisas a fazer-me sorrir?

Perceber que os filhos, de 2 anos e meio, de um casal amigo (com quem já não estava há cerca de 1 ano) facilmente perdem a vergonha e vêm "conviver" comigo. 
Dividem a cadeira comigo, vêm pedir-me colo e, no final, ainda voltam atrás apenas e só para me dar um beijinho.

Gosto! Gosto muito mesmo! :)

...

Ao olhar para dentro de mim mesma consigo perceber um pouco porque uns (os tais broncos, feinhos que falava no outro post) são felizes em relações amorosas enquanto outros só atraem problemas.

A questão é que os segundos pensam demasiado nos assuntos (assim como eu!) e veêm os problemas tal e como eles são, tentam analisar e perceber o que se passa à sua volta, com isso buscam a felicidade que acaba por nunca ser alcançada de forma plena... enquanto os primeiros vivem a vida um dia de cada vez sem pensar muito no que vai acontecer no segundo seguinte ou no que aconteceu no segundo anterior.

Se por um lado gostava de não pensar tanto (ou melhor, gostava que a vida não tivesse tantas nuances que me levassem a pensar de forma tão intensa), por outro lado não quero ser uma tontinha que não se apercebe do que a rodeia.

Bom, acho que só me "resta" ser feliz aceitando a realidade tal como ela é e tentando não me iludir/desiludir com o que me é apresentado.

Eta, trabalhinho difícil!

Ao Sol

Eu só queria despir-nos
Como se tira habilmente
A seda aos pêssegos
E nus adormecermos
Sem saber quem somos
Sem jogos aos ombros
Que vêm de pequenos
Pelo faro pelos poros
Pelo sono dos cabelos
Pelo estalinho dos dedos
Eu só queria deixar-nos
Como o sol a bater
Na cal dos muros
E nus adormecermos
Sem contar os beijos
Sem dizer piropos
Como o cio dos frutos
Como a pele dos bichos
Como o íman dos olhos
Dos velhos sentados

Joaquim Castro Caldas

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Amizade

A amizade é feita de pequenos nadas. Daqueles que não é possível qualificar ou quantificar.
A amizade cria-se só porque sim... só porque aquela pessoa nos inspira confiança e nós acabamos a falar mais do que queríamos.
A amizade constrói-se porque do outro lado demonstram que são merecedores dessa confiança inspirada.
A amizade mantém-se porque ambas as partes lutam para que a chama da amizade se mantenha "viva e de boa saúde".

Obrigada aos meus amigos por me ampararem as quedas mas também por me darem na cabeça quando é preciso. Obrigada por me levarem ou por serem arrastados por mim para as farras. Obrigada por irem "tomar café" (é que a vida não são só farras) comigo quando preciso de algo mais recatado. Obrigada por me limparem as lágrimas quando é necessário. Obrigada por sorrirem comigo.

LUB U ALL!!!! :D

Só isto para dizer

Ignorance is a blissful state.

domingo, 18 de agosto de 2013

E se?

E se um desconhecido te disser que te reconheceu no Facebook porque gostou muito de te ouvir cantar.

É capaz de ser coisa para colocar um sorriso nos lábios, não acham?

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Em modo serviço público de divulgação de cultura #38

Noites Ritual 2013

Este gostava mesmo de ir... vamos ver se arranjo companhia! :)

Inspiração!

Hoje alguém muito especial disse-me que sou uma fonte de inspiração para ele. Disse-me mesmo assim "inspiraste-me a correr um risco!"... e tudo correu bem! E eu estou tão feliz por ti meu amigo! :)

Estou feliz por ti porque transcendeste a tua própria essência e fizeste algo que nunca pensaste fazer. Isso fez com que crescesses um pouco mais como ser humano e te tornasses uma pessoa ainda melhor e mais feliz.

E estou feliz por mim porque servi de inspiração a alguém que apenas precisa de "limar arestas" enquanto que eu, quando iniciei este processo, era um "desastre à beira de acontecer". Saber que quem me rodeia me vê como um exemplo é uma sensação indescritível. Acho que nos próximos tempos ninguém me vai tirar este sorriso da boca.

Em modo serviço público de divulgação de cultura #37

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Constatações do fim-de-semana

1. já consigo vestir um vestido branco sem parecer um fantasma (cool!)
2. às vezes temos de apreciar o que nos está à beira da porta... podemos ter grandes surpresas! (cool!)
3. é boa política besuntarmo-nos de protector antes de sairmos de casa... até, se possível, antes de vestirmos o bikini (cool!)
3a. já não é tão boa política esquecermo-nos da embalagem de protector em cima do lavatório da casa de banho, sendo que temos planeada uma tarde de praia pela frente. (not cool!)
3b. apercebermo-nos que a referida embalagem de protector ficou em casa quando íamos repor a camada é mesmo um grande falhanço (not not cool!)
3c. depois disto temos 2 alternativas... ou vamos para casa ou passamos o resto do tempo a molhar-nos e a rezar para não ficarmos com uma grande escaldão. (let's see where this is going!)
3d. chegar ao fim do dia e percebermos que não só não parecemos camarão como estamos com um bronze mesmo fixe, é muito bom! (COOL!)
3e. repetir a dose no dia seguinte... mesmo com a embalagem de protector no saco e com a água bem mais fria e brava, afinal em equipa vencedora não se mexe!
4. perceber que, com o tom de pele que agora ostentamos, os olhos estão ainda mais verdes! (cool!)

Há dias...

Há dias em que até respirar pode ser um esforço sobre-humano. Tenho de me recordar dos ensinamentos da minha mestra e praticar a respiração abdominal para acalmar o corpo e a mente.

Há dias em que só apetece espernear, sacudir os demónios que vão cá dentro... gritar em plenos pulmões, só porque sim! Em que apetece grunir, berrar, exorcizar o mal que faço, o mal que me fazem.

Mas são dias, apenas dias!

Tudo passa e acalma porque é mesmo assim que tem de ser.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Eu sou...

Segundo uma pessoa que me acompanha de perto, eu sou:
* sensivel,
* artística,
* criativa.

Eu não digo que o pessoal que me rodeia anda numa de me deixar embaraçada! Sempre que me dizem coisas destas fico sem saber muito bem o que dizer ou fazer... mas o certo é que me enchem o ego! :)

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Não vás meu amor!

Eu sei que a tentação é grande. Eu sei que ela está aí e eu estou aqui, longe.
Mas eu sou o teu amor e tu o meu.
Não caias na teia que ela tece com mãos de aranha. Não me deixes aqui sozinha sem o teu amparo, sem ninguém que me acompanhe nesta jornada.
Vem ter comigo e diz-me o quanto me amas.
Entrelaça os teus dedos nos meus e conta-me segredos ao ouvido.

Sabes que, se decides ir embora, levas o meu coração contigo. Sabes que não tornarei a amar, que o meu interior irá secar e mirrar como uma flor colhida antes do tempo.

Não vás meu amor! Fica aqui comigo para sempre.

Cultiva esta flor que plantámos os dois... não deixes que ela morra só por causa de um capricho outrem.
Só porque ela acha que és dela quando na verdade és meu mas não o queres admitir.

Amo-te! E só isso devia ser suficiente.

Perspectivas

Acho que hoje compreendi que tenho de colocar a minha vida numa perspectiva diferente. Tenho de parar, colocá-la em standby e perceber muito bem o que quero, quando quero e como quero.
Neste momento há uma série de coisas a bailar dentro desta linda cabecinha que precisam de ser, novamente, reorganizadas.

Acho que tenho mesmo de me afastar da minha própria vida, olhá-la de um modo diferente e tomar decisões não-racionais.
Essas são as decisões mais difíceis, aquelas sobre as quais temos pouco ou nenhum efeito. Decisões que gostávamos que fossem racionais... decisões que deviam ser racionais. Decisões que deviam ser ao estilo "ok, agora vou fazer isto assim assim e vou manter esta linha porque é o que é correcto fazer".
Era bom que fosse assim. Eu queria tanto que fosse assim.
O problema é quando estou muito obstinada e há qualquer acto alheio à minha pessoa que me faz desviar o olhar  e me cega o juízo.

Fuck! Definitivamente, tenho de mudar de perspectiva!

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

A internet é fantástica!

Neste preciso momento regressei a um determinado fórum que frequentei há cerca de 2 anos. As razões que me levam lá agora são completamente diferentes das de essa altura.
Nessa altura eu ainda estava cega e completamente enganada sobre a pessoa que me rodeava.

Ao ler os posts que publiquei nessa altura não pude deixar de, por um lado, esboçar um ligeiro sorriso e, por outro, sentir uma lágrima a crescer no meu olho (lágrima essa que rapidamente se desvaneceu).
É impressionante como tanta coisa pode mudar em tão pouco tempo. Como a verdadeira personalidade das pessoas vem ao de cima quando confrontadas com a realidade que com tanto esforço tentam esconder.

Neste momento a minha vida segue o rumo do qual me desviei por achar que deveria fazer cedências para agradar a quem não o merecia.
Hoje sei que ninguém merece que eu me desvie do meu rumo. Hoje tomei mais um pequeno passo para garantir que o meu rumo... aquele que eu sempre soube que iria ser o meu "final feliz" se concretize! Hoje estou um bocadinho mais perto de ser MUITO feliz. :)

Look que me assenta na perfeição #8