sexta-feira, 19 de julho de 2013

Out of reach

Quando irei assimilar que estás completamente fora do meu alcance? Que eu querer-te não chega? Que tem de haver algo mais.... de mim, de ti!

Quando irei perceber que, apesar de estares à distância de um toque singelo, estás cada vez mais longe e distante?

Gostava que estivesses perto... que eu pudesse agarrar-te e beijar-te sem pruridos. Mas tu não permites que isso aconteça. Deixas-me aqui... sem qualquer forma de recuperar a tua ausência aparente. Sim, porque o facto de estares fisicamente perto apenas acentua a distância que nos afasta cada dia mais.

Quero-te, mas estás fora do meu alcance.


Sem comentários:

Enviar um comentário