domingo, 24 de março de 2013

Magoada!

Há coisas que, quando se lhes mexe, magoam demais!

Ler provas do quanto fui enganada, trapaceada, vigarizada, etc. é uma dessas coisas.
Perceber que fui vítima porque deixei. Porque permiti que tu me vitimizasses e me transformasses num trapo humano, é algo de duro! Muito duro!

Porque no fim de tudo o que magoa verdadeiramente é a mentira. Aquela mentira que tu contaste vezes e vezes sem conta e na qual eu acreditei... acreditei até ao dia em que descobri o mentiroso em que te tornaste. E a partir daí deixei de acreditar em todas as palavras que te saíram da boca e coloquei em dúvida todas as acções que tomaste (no passado, presente e futuro).

Podes-te achar superior a todas as outras pessoas... mas no fundo não passas de um reles mentiroso.

E eu? Eu deixei de ser a tua vítima e nunca mais vou permitir que alguém me vitimize.
Subestimaste! Achaste que eu nunca iria descobrir o que andavas a fazer. Achaste que eu era "pequena" quando afinal eu sou "grande" e poderosa.

No fundo quem perdeu foste tu! Porque eu... eu ganhei-me a mim mesma!

Sem comentários:

Enviar um comentário